Home   Apresentação   Explicando Umbanda   Orixás e Seus Poderes   Fundamento de Santo   Magia   Ocultismo   Conhecimento   Mitos   Natureza   Artigos   Perguntas/Respostas   Cursos   Produtos   Agenda/Eventos   Fotos   Links   Livro de Visitas   Escola Curimba Ecologia   Fale Conosco  

Voltar Página Principal

OS ORIXÁS E SEUS PODERES

Orixás na Umbanda da Natureza
Orixás e seus Poderes
Formação dos Poderes dos orixás
Oxala
Xangô
Ogum
Oxosse
Yemanjá
Yansâ
Oxun
Omulu / Obaluayê
Nanã
Exu
Outros Orixás
Orixás são os poderes da natureza, diferenciados pela energia do elemento(agua,fogo,terra,ar e etc...) que o mesmo comanda.

Quando cultuamos nossos orixás, cultuamos também as forças elementares oriundas da água, da terra, do ar, do fogo, e dos astros. Essas forças em equilíbrio produzem a energia revitalizante que chamamos de axé, que nos auxiliam em nosso dia a dia, ajudando para que nosso destino, se torne cada vez mais favorável ao desempenho de nossa missão nesta passagem terrestre.

Estas forças pertencem a criação do grande pai chamado por nós em nossa religião de OLORUN, Obatala, Zambi e etc..., cuja tradução quer dizer Deus Supremo.

Cada força da natureza é representada por um determinado orixá. Os orixás nos deram segredos e fundamentos os quais utilizamos para diminuir a distância do plano material para o plano espiritual e melhorar a comunicação com os orixás, comunicação essa que preservamos e utilizamos não sómente para nós, más também em benefício de todos aqueles que nos procuram.

Cada orixá possue ligado ao seu centro de poderes, seus locais que são os seus centros de força, as suas cores, as suas canções as quais representam as suas orações de invocação, as suas ferramentas, símbolos e sinais cabalísticos e uma infinidade de fundamentos os quais não são propriedades de nenhuma religião mas antes pertencem a DEUS e ao Orixá.

Isto quer dizer que a UMBANDA DA NATUREZA não copiou o Católico, o Candomblé ou a Cabala Judaica ou A ou B, mas antes utiliza os fundamentos da forma como lhe foi dada pelos instrutores Espirituais, se algo já é utilizado em outro movimento religioso e também é utilizada na UMBANDA DA NATUREZA e foi modificado, é porque assim foi ordenado e com certeza existe uma explicação religiosa e científica.


Para a UMBANDA DA NATUREZA, OLORUN, Baba-Ifá e Oxalá representam o centro gerador do universo.


Ogum representa a eterna luta a favor da paz universal, a luta do espirito contra a matéria, a luta do ser humano para a sua purificação assim como acontece com o aço e o ferro quando são aquecidos e transformam-se em ferramentas cada vez melhores, assim é a luta de OGUM a favor do ser humano para que nos transformemos em pessoas melhores, através das lutas, das guerras, dos derramamentos de sangue, através das disputas , com o poder do ferro e do aço que é dominado por OGUM, com as sete espadas de OGUM, as sete forças de OGUM,o senhor do número 7. Pelas forças de OGUM todos renascemos melhores em espírito, e de renascimento em renascimento, de trasnformação em transformação, chegamos mais perto do ALFA, mais perto do mais que perfeito, mais perto da luz mais branca que o Universo pode conceber, pois foi concebido por ELE o nosso PAI CRIADOR DO INFINITO. .


Xangô, o fogo virginal, o fogo que não queima mas aquece,alimenta e dá vida ao espírito, Xangô o senhor da energia criadora infinita, a coluna vertebral do planeta, senhor das cordilheiras , montanhas e picos que estão acima e abaixo das águas. Xangô o fogo espiritual que aquece todas as vidas, Xangô senhor do sol, dos vulcões, energia geradora do equilibrio e por analogia senhor da justiça, pois aceita sómente o equilibrio desta forma quem clamar por Xangô, tem que estar ciente de que está em desequilibrio, pois Xangô vai equilibrar a balança a seu favor.


Oxosse, a força geradora de alimentos do planeta, a energia que envolve as florestas soturnas que são derrubadas mas que pela força de Oxosse sempre estão resurgindo, Oxosse representa também os animais desde o menor inseto até o grandioso elefante ou o poderoso tigre e o magestoso leão, a maravilhosa borboleta Monarca que viaja 3000 kilômetros, tudo isto é oxosse e muito mais.


Oxum, comanda a água doce e comanda a fertilidade dos seres vivos, está presente eternamente no nascimento e na evolução da vida em todo o planeta;


Iansã representa o raio, a tempestade, o movimento do ar, as correntes de ar frias e quentes que alimentam o planeta e faz com que as estações aconteçam..


Iemanjá,comanda as águas principalmente a água salgada, tem poder sobre a eterna reconstrução e circulação da vida no planeta.


Obaluayê e Omulu, o Rei da Terra. O Orixá controlador da vida e da morte do corpo e sua eterna transformação , controlador das doenças que assolam a humanidade em grande escala, dono das doenças que afetam a pele dos humanos como a bexiga e a varíola, médico dos pobres no sentido humanitário e curador das doenças com causas impossíveis.


Nanã, comanda a junção da água com a terra que forma o barro, está presente junto com Obaluayê e Yemanjá, como a matriz geradora dos seres vivos da terra, também está presente na formação dos seres humanos desde a formação do primeiro ser vivo no planeta terra.


O Orixá Exu controla o polo negativo, que representa a ligação mágica entre o homem-matéria e a terra, Exu é aquele que abre os caminhos e pode atrair a prosperidade , como também tem poder para fechar os caminhos e atrair os acontecimentos ruins conforme nosso interior cria, deseja e quer que as coisas aconteçam. Exu é o princípio dinâmico de individualização e distribuição do axé.

O Pólo Positivo ordena e o Pólo Negativo executa.

Pai Valdevino de Alafin

Voltar Página Anterior